Multitude

Sexta-feira passada, dia 29 de agosto, contei minha trajetória como tradutora no Multitude e vocês podem conferir aqui.

E para quem não conhece o Multitude, é um site que oferece vários cursos online na área de tradução. Vale a pena conferir.

Anúncios

Por que estou estudando russo

Final do ano passado comecei a estudar russo por conta própria com ajuda do site Russian Pod 101. Algumas pessoas para quem eu conto isso perguntam se é para começar a traduzir desse idioma, que tem perspectivas de crescimento por conta do BRICs.

Não é nada disso. O primeiro motivo pelo qual escolhi esse idioma é porque tenho interesse em alguns aspectos da cultura russa, principalmente o ballet. Ou seja, há algo me motivando a estudar, saber e pesquisar cada vez mais. A prospecção de que daqui uns 5 anos eu possa talvez, quem sabe, quiçá trabalhar com o idioma não é lá muito motivadora.

Mas, dito isso, também comecei a estudar o idioma pensando no trabalho. Não com a intenção de traduzir dele propriamente dito, mas de poder identificá-lo (e outros idiomas da mesma família) quando surgir em traduções nas quais eu esteja trabalhando. Ainda mais se tratando de animes: Japão e Rússia têm uma proximidade considerável. Destaco entre os animes que têm influência forte da terra da Plisetskaya: Little Busters e Sekai Seifuku – Bouryaku no Zvezda.

Basicamente, diria que minha ambição é aprender um pouco da língua mais falada das principais famílias de idiomas. Por ser nativa em português e ter estudado um pouco de francês, eu consigo “me virar” nas línguas românicas. Meu japonês me permite ter uma ideia do que um texto em chinês está falando e identificar uma ou outra coisa do coreano. O russo vai me permitir identificar ucraniano, búlgaro, polonês entre outros. A ideia é mais ou menos essa. Não ser fluente, mas de bater o olho em um idioma diferente ter uma ideia de qual seja e, quem sabe, até entender seu sentido. Estou com o russo porque é um idioma que eu realmente quero saber melhor, mas quando eu for abordar o árabe, provavelmente vá me contentar com um nível A2.